Fortune Gems

Fortune Gems - Para banco, leilão de pedágio do Rodoanel pode ser catalisador para ações do setor

Contudo, Goldman Sachs reafirma recomendação neutra para as ações da CCR e da Ecorodovias, e de venda para a OHL

Publicidade

SÃO PAULO – Os leilões governamentais para pedágios de rodovias e o aquecimento da economia devem ser catalisadores de curto prazo para as ações de concessionárias rodoviárias, segundo o Goldman Sachs. Contudo, o banco reafirma as recomendações de neutralidade para as ações da CCR (CCRO3) e Ecorodovias (ECOR3), e de venda para a OHL (OHLB3).

Isto porque, apesar do otimismo com o cenário, o Goldman Sachs avalia que as ações das concessionárias encontram-se totalmente precificadas, em um cenário coerente com seus domínios. “Segundo nossas estimativas, CCR, Ecorodovias e OHL são negociadas em 99%, 109% e 188% do fluxo de caixa descontado total de suas concessões existentes”, diz o banco em relatório.

Perspectivas positivas no curto prazo
Está programado para a próxima quinta-feira (4) o leilão para pedagiar os trechos Leste e Sul do Rodoanel, em São Paulo. A proposta vencedora poderia adicionar de 4% a 6% ao valor das concessionárias, dependendo das taxas de retorno e da fatia de participação, estimam os analistas Eduardo Siffert Couto e Tais Correa. O evento, assim, pode servir de driver de curto prazo para as ações das empresas do setor.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Recomendações Goldman Sachs
AçãoRecomendaçãoPreço-Alvo
12 meses 
Upside*
ECOR3NeutraR$ 11,80-8,17%
CCRO3NeutraR$ 46,001,34%
OHLB3VendaR$ 45,00-22,04%
* Com base no fechamento de 1 de novembro

Para o Goldman, o movimento nas rodovias domésticas é positivamente afetado pela sólida atividade econômica e industrial, tendo crescido mais de 8% desde o início deste ano. “Em nossa visão, o Brasil continua um interessante mercado no médio a longo prazo, já que o tráfego de veículos deve crescer mais rápido do que o PIB e mais rodovias serão transferidas para operadoras privadas”.

Posicionamento
A maioria das companhias do setor é cotada para participar do consórcio do anel viário paulista. Dentre as empresas sob cobertura do banco, a CCR e a Ecorodovias são melhor avaliadas na disputa, devido à sua forte folha de pagamento e menor Capex (endividamento por investimentos) nas atuais concessões.

Fortune Gems Mapa do site