Fortune Gems

Fortune Gems - Qualicorp (QUAL3) tem baixa de 72,2% no lucro no segundo trimestre, a R$ 13,7 milhões

Companhia divulgou seus números trimestrais nesta noite de segunda-feira (14)

Felipe Moreira

Qualicorp Store Reprodução

Publicidade

A Qualicorp (QUAL3) registrou queda de 72,2% no lucro líquido no segundo trimestre de 2023 em relação a igual período do ano passado, para R$ 13,7 milhões, em função do menor Ebitda, do aumento nas despesas com depreciação e amortização e pela piora no resultado financeiro líquido.

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 194,8 milhões, queda anual de 16,8%. Isso levou a uma queda da margem Ebitda ajustada de 3,09 p.p. (pontos percentuais), para 44,8%.

De acordo com a Qualicorp, o Ebitda decresceu devido, principalmente: i) à desalavancagem operacional decorrente da queda de receita e à pressão de despesas variáveis que são relacionadas ao total de prêmio faturado.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Já o retorno sobre capital investido (ROIC) atingiu 14,8% no 2T23, uma redução de 1,6 p.p. na comparação ano a ano.

Saiba mais:

Confira o calendário de resultados do 2º trimestre de 2023 da Bolsa brasileira

Continua depois da publicidade

O que esperar da temporada de resultados do 2º trimestre? Confira ações e setores para ficar de olho

A receita líquida somou R$ 435 milhões no segundo trimestre deste ano, uma retração de 11,1% na comparação com igual etapa de 2022.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 56,4 milhões no segundo trimestre de 2023, uma redução de 8,1% sobre as perdas financeiras da mesma etapa de 2022.

Mais resultados da Qualicorp

A Quali finalizou o 2T23 com um portfólio total de 2,3 milhões de vidas, praticamente em linha com o trimestre anterior (-0,7% na base trimestral). A carteira de Adesão decresceu 3,1% trimestre a trimestre, enquanto os outros segmentos (Empresarial, PME e Gama) apresentaram expansão de 3,0% na base trimestral.

Na visão anual, a carteira total de vidas decresceu 9,8% em relação ao primeiro semestre de 2022, em função da queda de 17,5% no portfólio de Adesão e do crescimento de 4,2% dos outros segmentos.

O fluxo de caixa livre atingiu a cifra de R$ 148,1 milhões no 2T23, o maior em 9 trimestres e +5,5% vs. 1T23, com comissões caixa de R$ 53,3 milhões no 2T23 (-16,9% vs. 1T23).

Em 30 de junho de 2023, a dívida líquida da companhia era de R$ 1,324 bilhão, um recuo de 6,7% na comparação com o primeiro trimestre de 2023.

O indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/Ebitda ajustado, ficou em 1,55 vez em junho/23, queda de 0,04 p.p. em relação ao mesmo período de 2022.

Fortune Gems Mapa do site